O Crente Carnal!

 O Crente Carnal


Diz em 1 Coríntios 1:18: "Porque a palavra da cruz é loucura aos que se perdem; mas aos que se salvam, isto é, a nós, é poder de Deus". Este versículo se refere aos incrédulos, mas em algo também se pode aplicar aos crentes carnais. A palavra da cruz (o evangelho) é uma loucura para a humanidade não regenerada, devido a que sua mente está submergida nas trevas da ignorância, a superstição e o engano. A sabedoria do mundo não pode nem sequer mais ou menos vislumbrar a obra de Deus a favor dos homens. A palavra da cruz e a sabedoria de Deus estão inteiramente relacionadas com Jesus Cristo, o Filho de Deus. Ainda no cristão carnal, o autêntico evangelho, o que enfatiza a cruz de Cristo, não é bem compreendido; porque há duas maneiras de andar do povo cristão: uma é carnal e a outra é espiritual. Falemos agora do cristão carnal. Por exemplo, em Romanos 8:4, a Escritura faz a diferença entre andar na carne e andar no Espírito, quando diz: "Para que a justiça da lei se cumprisse em nós, que não andamos conforme a carne, senão conforme o Espírito". Logo os versículos seguintes enfatizam essa diferença. Leiamos:
"5 Porque os que se inclinam para a carne cogitam das coisas da carne; mas os que se inclinam para o Espírito, das coisas do Espírito.6 Porque o pendor da carne dá para a morte, mas o do Espírito, para a vida e paz.7 Por isso, o pendor da carne é inimizade contra Deus, pois não está sujeito à lei de Deus, nem mesmo pode estar.8 Portanto, os que estão na carne não podem agradar a Deus." (vs.5-8).
A palavra "carne" no Antigo Testamento é “basar” em hebraico, e no Novo Testamento é “sarx” em grego. O cristão carnal às vezes não se diferencia muito do homem natural (psychikós) ou almático, pois o crente carnal (sarxkikós) não tem alcançado maturidade nem submissão plena a Cristo; é com freqüência dominado ainda por sua natureza carnal, porque participa do caráter da carne. Disse Paulo aos irmãos coríntios:
"1 Eu, porém, irmãos, não vos pude falar como a espirituais, e sim como a carnais, como a crianças em Cristo.2 Leite vos dei a beber, não vos dei alimento sólido; porque ainda não podíeis suportá-lo. Nem ainda agora podeis, porque ainda sois carnais.3 Porquanto, havendo entre vós ciúmes e contendas, não é assim que sois carnais e andais segundo o homem?4 Quando, pois, alguém diz: Eu sou de Paulo, e outro: Eu, de Apolo, não é evidente que andais segundo os homens? " (1 Co. 3:1-4).

Um crente carnal não tem a capacidade para desfrutar e experimentar plenamente a vida do Senhor em nós. Hoje em dia muitos cristãos atribuem ao espírito o que na realidade é apenas da alma; há muita confusão sobre isso. Uma coisa é receber os dons (1 Coríntios 12:4-11) do Espírito sem que necessariamente haja crescimento espiritual, e outra é viver e expressar o fruto do Espírito (Gálatas 5:22-23), o que já supõe uma maturidade espiritual no crente. Os coríntios, como bons gregos, se interessavam pela sabedoria humana, e não haviam passado a desejar alimentarem-se da sabedoria de Deus. Os coríntios haviam sido ensinados, mas não alimentados; pois o alimento se relaciona com a vida e o ensinamento com o mero conhecimento.Às vezes costumamos pedi ao Senhor mais conhecimento das coisas e muita sabedoria, e até chegamos a pedir que possamos ter a mente Dele; mas o que faríamos com esse conhecimento se Ele não habita em Sua plenitude em nosso coração? Empregaríamos esse conhecimento com nossas habilidades e mesquinhez naturais, sem que hajam passado pelo processo da cruz? Empregaríamos esse conhecimento com nossos sentidos extraviados pelas artimanhas do diabo? Diz Paulo:
" 2 Porque zelo por vós com zelo de Deus; visto que vos tenho preparado para vos apresentar como virgem pura a um só esposo, que é Cristo.3 Mas receio que, assim como a serpente enganou a Eva com a sua astúcia, assim também seja corrompida a vossa mente e se aparte da simplicidade e pureza devidas a Cristo. " (2 Co. 11:2-3).

O que é conhecer o Senhor? Conhecer ao Senhor é mais do conhecimento do que fez em Sua encarnação, em Seu ministério terreno, em Sua cruz. Conhecer ao Senhor envolve conhecê-lo intimamente; conhecer o que Ele pensa; conhecer Seu coração, conhecer Seus segredos, Suas intimidades. Para que isso ocorra devemos atender a Seu chamado, andar com Ele, e ter íntima comunhão com Ele, ser Seus amigos.



0 comentários:

Seja Um dos Tais!

Visitante Recente!

Template produzido por - Radio Maná Fm